domingo, 1 de maio de 2011

OFF - DOIS Assuntos Diversos


A gente está acostumado à ver todo mundo meter a boca num produto quando ele falha, quando tem algum problema crônico ou quando deixa a gente na mão.
Muito pouca gente se apresenta pra elogiar um produto quando ele desempenha - de maneira exemplar, nesse caso - o papel ao qual se propõe.
Queria falar pra vcs um pouquinho sobre o quanto a minha motoca (uma YAMAHA XT660 R 2006/2006) é VALENTE e GUERREIRA.
Estou com ela desde 08/01/2008, a comprei com 6000kms e ainda dentro da garantia de fábrica, uma vez que, apesar de ser 2006, só saiu da concessionária em 02/2007 .
Hoje ela está com 56.000kms e rodou comigo esses 50.000kms - somente de estrada - e NUNCA apresentou nenhum defeito. Somente a troca de peças q apresentam desgaste naturalmente (pneus, pastilhas, óleo, filtro, vela, lâmpadas,etc). Ela sempre honrou a fama de inquebrável e resistente, herdada das primeiras XTZ 600 TÉNÉRÉ (tive quatro) e das XTE 600.
Quem lê esse parágrafo acima pensa : "nada mais que a obrigação", correto ? Mas será ? Vejamos : tenho 1,80m, peso 135kg (quase dois passageiros), bagagem (cerca de 25/30kgs), ando forte (sempre viajo acima dos 120/130 km/h - e nem precisa me dizer q é acima do limite legal, blá,blá,blá...pois assumo o risco)e não sou de escolher caminhos (nem frear em lombadas ou buracos...hahahah). Sei lá...achei justo fazer essa "declaração de amor" à essa motoca. Ela tem me dado muita alegria e só não é perfeita porque não tem a autonomia ideal pra uma moto de viagens (acima dos 350kms com um tanque).

===============================================
Outro assunto : é incrível o quanto eu gosto de pegar estrada de moto. E sei que não sou o único, aliás, conheço um bando enorme de malucos iguais.
Cheguei de viagem no sábado passado, 23/04. Rodei exatos 8.017kms de moto em 21 dias. Ontem fui levar a motoca pra revisão pós-viagem, retirar os baús laterais, reapertar os parafusos, etc (e gastei R$ 312,00...aff...). Meu mecânico fica numa cidade vizinha (cerca de 17kms daqui). Estava no meio do caminho quando percebi que já vinha, há um bom tempo, sorrindo feito um idiota dentro do capacete. Por quê ? Porque estava rodando de moto na estrada de novo. E hoje fui dar um rolê com a Dani pelas estradas da região. Rodamos 100kms.


5 comentários:

  1. Concordo 100% com o que você disse!
    Nossas motos são praticamente irmãs gemeas, e u também não posso reclamar do produto!

    Quanto ao viajar, dispensa comentários....
    hehehe

    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Ed, realmente é um motão.
    Se não fosse a autonomia, seria perfeita.
    Abs
    F.

    ResponderExcluir
  3. Tb concordo com vc tenho uma 2007 e até hoje não deu nenhum problema, a questão é a tal da internet um sujeito tem um defeito e generaliza e acredita que todo mundo terá, compre um bmw e verá que terá inumeros probleminha que eu sei que tem, mas o pessoal não comenta muito, e pra fechar a xt é o melhor custo beneficio que existe no mundo das motos, eu acho.

    ResponderExcluir
  4. É isso aí, Marco!
    Falou tudo!
    Abs
    F.

    ResponderExcluir
  5. Felipão

    Grande coisa, a minha nunca quebrou fora da Argentina!!! uahuahuahuahauahuahauahauah

    Quanto a pegar a estrada, às vezes tô triste e não sei por que, é falta de viajar de moto!!!

    Grande abraço

    Mario

    ResponderExcluir

Páginas